Pílulas de Sabedoria de Radamés Gnattali (II)

RADAMÉS GNATTALI sobre “COMPOSIÇÃO”:
“Houve um tempo em que eu estava na mesma fossa em que estava o Tom Jobim quando foi me procurar. Não sabia como continuar, se o negócio de composição ia dar certo. Perguntei ao Paulo Silva que era professor de harmonia, fuga, contraponto, tudo:
“Você acha que na situação que estou, estudar contraponto, harmonia, vai adiantar alguma coisa?”
“Não, você tem que continuar a fazer isso mesmo que está fazendo”, respondeu.
Diziam que para ser um bom compositor, era necessário estudar tudo aquilo. Olha, a Sinfonia Popular, por exemplo, não sei como escrevi. Se eu “quisesse” escrever, não escreveria nunca. É muito bem feita, equilibrada, não é brincadeira, e isso tudo foi feito mos momentos em que não estava trabalhando na Rádio ou gravando.
Eu vou escrevendo, enquanto estiver vivo, vou escrevendo. Escrevo porque é uma necessidade orgânica e, na verdade, não dou muita importância a isso, não dou a mínima importância.”

Anúncios

2 Responses to Pílulas de Sabedoria de Radamés Gnattali (II)

  1. O nosso Pelé da música, embora poucos conheçam a extensa obra de Radamés.

  2. Nosso Pelé da música, porém desconhecido e esquecido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: